Sejam Bem vindos

Aqui vocês vão encontrar conteúdos complementares aos que foram visto em sala de aula, dicas para fazer seus trabalhos e podem ainda tirar suas dúvidas.

Espero que isso ajude a todos vocês!


segunda-feira, 24 de maio de 2010

Indice de Massa Corporal.

O que é o IMC - Índice de Massa Corporal?

O Índice de Massa Corporal (IMC) é um número calculado a partir do peso e altura da pessoa. O IMC é um indicador da gordura corporal. Apesar do IMC não medir a gordura diretamente, pesquisas mostram que ele se relaciona aos métodos de medição direta. O Índice de Massa Corporal pode ser considerado uma alternativa prática, fácil e barata para a medição direta de gordura corporal.

Como o Índice de Massa Corporal (IMC) é usado?

O IMC é usado como uma ferramenta para identificar possíveis problemas de peso para adulto. Entretanto, o IMC não é uma ferramenta de diagnóstico. Por exemplo, a pessoa pode ter um IMC alto, porém para determinar se o excesso de peso é um risco para a saúde o médico precisa fazer mais análises que podem incluir medição das dobras cutâneas, avaliação da dieta, atividade física, histórico familiar, etc.

Como Calcular o IMC?

Para calcular o IMC, você deve anotar seu peso em quilogramas (kg) e sua altura em metros (m), em seguida divida seu peso (kg) pela sua altura (m) elevada ao quadrado.

Vamos usar eu mesmo como exemplo:

93kg e a altura é de 1,82m. Você fará da seguinte forma:

Peso: 93Kg
Altura: 1,82m
IMC=? (Vamos descobrir)

Fórmula:

IMC = Peso ÷ Altura²
IMC = 93 ÷ 1,82²
IMC = 93 ÷ 3,31
IMC = 28

Usando esta fórmula portanto, descobrimos que uma pessoa com 1,82m de altura e 93kg de peso, terá um Índice de Massa Corporal (IMC) de 28.


OBS: Tabela com referência para adulto

video



Atividade

*O que é higiene?

*Quais ações estão incluídos nos hábitos de higiene diários?

*Qual a finalidade da lavagem corporal?

*O vestuário e o calçado fazem parte da proteção do corpo? Explique.

*O que você entendeu do filme MINUTO ANIMADO?

Qualidade de vida e Saúde


Ao longo da história a atividade física sempre esteve presente na rotina da humanidade sempre associado a um estilo de época, a caça dos homens das cavernas para a sobrevivência, os Gregos e suas práticas desportivas na busca de um corpo perfeito ou de cunho militar como o exemplo na formação das legiões romanas com suas longas marcha e treinos, mas essa relação entre a atividade física e o homem em sua rotina diária parece ter diminuído gradativamente ao longo de nossa evolução.
A tecnologia e o progresso trouxeram facilidades, isso é inquestionável, mas junto incrementaram as doenças silenciosas formando uma epidemia que se estabelece sem maiores sintomas em suas primeiras fases e vão gradativamente se desenvolvendo ao longo dos anos, identificadas como: Doenças Crômicos Degenerativas, que tem sua origem em uma série de fatores como: a predisposição genética, influência do meio externo e hábitos de vida e nesse último o nosso destaque ao grau de atividade física praticado.
(...)
Mas apesar dessa fórmula milagrosa que é a atividade física estar presente em quase todos os meios de comunicação, cada vez mais a população apresenta problemas relacionados com a falta de exercícios. A desculpa mais freqüente é a falta de tempo ou falta de condições para prática que é agravada pela economia de movimentos em nossa rotina, como a comodidades do controle remoto, telefone celular, elevadores e escadas rolantes sem falar nas horas diárias dedicadas a televisão ou ao computador e infelizmente parece ser um fenômeno de dimensões mundial, pois uma das doenças associadas à falta de exercícios como a obesidade tem prevalência em quase todo planeta.
(...)
Para ressaltar o papel da atividade física basta comparar uma pessoa ativa fisicamente de 60 anos com um inativo de mesma idade, quando comparados a diferença em termos de qualidade de vida é que o ativo provavelmente terá maior mobilidade, automonia e manutenção de valências físicas como força muscular, flexibilidade e capacidade aeróbia, tão importante em sua vida diária.(...)

Fonte: Publicado no dia 12/09/2009 com o(s) assunto(s) Atividade Física, Educação Física, Qualidade de Vida, Saúde Prof. Fausto Arantes Porto (www.saudeemmovimento.com.br)

Responda corretamente as perguntas.

1. O que podemos perceber se analisarmos a atividade física ao longo da história?

2. O estilo de vida atual pode ser responsabilizado pelo quê?

3. Segundo o texto, quais são benefícios da pratica regular de atividade física?


4. A afirmativa é verdadeira? Justifique.

Para se obter os benefícios da atividade física, são necessários níveis altos de prática física.

Marque um X na resposta certa.

5. O que tem acontecido com as pessoas que vivem nas áreas urbanas?
a. ( ) Não praticam níveis adequados de atividade física
b. ( ) Praticam níveis adequados de atividade física
c. ( ) Não fazem repouso adequado das sessões de atividade física
d. ( ) Praticam atividades de alto impacto.

6. Quem são os sujeitos mais propensos ao sedentarismo?
a. ( ) Mulheres e crianças
b. ( ) Crianças, pessoas de nível social mais alto e mulheres
c. ( ) Idosos, pessoas de nível social mais baixo, indivíduos incapacitados e crianças
d. ( ) Idosos, pessoas de nível social mais baixo, indivíduos incapacitados e mulheres

7. Quando o sedentarismo acontece?
a. ( ) Acontece quando a pessoa não pratica esporte
b. ( ) Acontece quando a pessoa gasta poucas calorias diárias com atividades físicas.
c. ( ) Acontece quando a pessoa dormiu mais de 8 horas por dia
d. ( ) Acontece quando a pessoa não pratica atividade física todos os dias.

8. O que é atividade física?
a. ( ) É uma atividade que não envolve movimento corporal
b. ( ) É definida como movimentos econômicos para evitar o cansaço
c. ( ) É definida como qualquer movimento corporal que produza gasto energético
d. ( ) N.D.R.

9. A atividade física deve ser praticada de que forma?
a. ( ) Você não deve ter prazer ao praticar, só deve sentir dor
b. ( ) Deve ser feita de modo a ser nociva a saúde do praticante
c. ( ) Deve ser feita de forma irregular e sem rotina de exercícios
d. ( ) De ser feita com rotina de exercícios, de forma prazerosa

10. Complete a cruzadinha.
a) Uma das valências físicas adquiridas também através da atividade fisica.
b) Falta de atividade física suficiente que pode afetar a saúde das pessoas.
c) Trouxeram facilidades para a vida humana
d) Doença metabólica, crônica de degenerativa, caracterizada por um aumento anormal do açúcar no sangue
e) Objetivo da atividade física do homem primitivo.


Boa sorte

segunda-feira, 17 de maio de 2010

A importância da Atividade Física


"A prática regular de atividade física sempre esteve ligada à imagem de pessoas saudáveis. Antigamente, existiam duas idéias que tentavam explicar a associação entre o exercício e a saúde: a primeira defendia que alguns indivíduos apresentavam uma predisposição genética á prática de exercício físico, já que possuíam boa saúde, vigor físico e disposição mental; a outra proposta dizia que a atividade física, na verdade, representava um estímulo ambiental responsável pela ausência de doenças, saúde mental e boa aptidão física. Hoje em dia sabe-se que os dois conceitos são importantes e se relacionam."

Introdução

Mas o que é atividade física? De acordo com Marcello Montti, atividade física é definida como um conjunto de ações que um indivíduo ou grupo de pessoas pratica envolvendo gasto de energia e alterações do organismo, por meio de exercícios que envolvam movimentos corporais, com aplicação de uma ou mais aptidões físicas, além de atividades mental e social, de modo que terá como resultados os benefícios à saúde.

No Brasil, o sedentarismo é um problema que vem assumindo grande importância. As pesquisas mostram que a população atual gasta bem menos calorias por dia, do que gastava há 100 anos, o que explica porque o sedentarismo afetaria aproximadamente 70% da população brasileira, mais do que a obesidade, a hipertensão, o tabagismo, o diabetes e o colesterol alto. O estilo de vida atual pode ser responsabilizado por 54% do risco de morte por infarto e por 50% do risco de morte por derrame cerebral, as principais causas de morte em nosso país. Assim, vemos como a atividade física é assunto de saúde pública.

Por que a preocupação com o sedentarismo?


Na grande maioria dos países em desenvolvimento, grupo do qual faz parte o Brasil, mais de 60% dos adultos que vivem em áreas urbanas não praticam um nível adequado de exercício físico. Esse problema fica mais claro quando levamos em conta os dados do censo de 2000, que mostram que 80% da população brasileira vive nas cidades.
Os indivíduos mais sujeitos ao sedentarismo são: mulheres, idosos, pessoas de nível sócio-econômico mais baixo e os indivíduos incapacitados. Observou-se que as pessoas reduzem, gradativamente, o nível de atividade física, a partir da adolescência.
Em todo o mundo observa-se um aumento da obesidade, o que se relaciona pelo menos em parte à falta da prática de atividades físicas. É o famoso estilo de vida moderno, no qual a maior parte do tempo livre é passado assistindo televisão, usando computadores, jogando videogames, etc.

Quais são os benefícios da atividade física?


A prática regular de exercícios físicos acompanha-se de benefícios que se manifestam sob todos os aspectos do organismo. Do ponto de vista músculo-esquelético, auxilia na melhora da força e do tônus muscular e da flexibilidade, fortalecimento dos ossos e das articulações. No caso de crianças, pode ajudar no desenvolvimento das habilidades psicomotoras.

Com relação à saúde física, observamos perda de peso e da porcentagem de gordura corporal, redução da pressão arterial em repouso, melhora do diabetes, diminuição do colesterol total e aumento do HDL-colesterol (o "colesterol bom"). Todos esses benefícios auxiliam na prevenção e no controle de doenças, sendo importantes para a redução da mortalidade associada a elas. Veja, a pessoa que deixa de ser sedentária e passa a ser um pouco mais ativa diminui o risco de morte por doenças do coração em 40%! Isso mostra que uma pequena mudança nos hábitos de vida é capaz de provocar uma grande melhora na saúde e na qualidade de vida.

Já no campo da saúde mental, a prática de exercícios ajuda na regulação das substâncias relacionadas ao sistema nervoso, melhora o fluxo de sangue para o cérebro, ajuda na capacidade de lidar com problemas e com o estresse. Além disso, auxilia também na manutenção da abstinência de drogas e na recuperação da auto-estima. Há redução da ansiedade e do estresse, ajudando no tratamento da depressão.


A atividade física pode também exercer efeitos no convívio social do indivíduo, tanto no ambiente de trabalho quanto no familiar.

Interessante notar que quanto maior o gasto de energia, em atividades físicas habituais, maiores serão os benefícios para a saúde. Porém, as maiores diferenças na incidência de doenças ocorrem entre os indivíduos sedentários e os pouco ativos. Entre os últimos e aqueles que se exercitam mais, a diferença não é tão grande. Assim, não é necessária a prática intensa de atividade física para que se garanta seus benefícios para a saúde. O mínimo de atividade física necessária para que se alcance esse objetivo é de mais ou menos 200Kcal/dia. Dessa forma, atividades que consomem mais energia podem ser realizadas por menos tempo e com menor freqüência, enquanto aquelas com menor gasto devem ser realizadas por mais tempo e/ou mais freqüentes.

Calistenia



CALISTENIA é uma palavra que tem origem grega e significa kallós - belo, sthenos - força + o sufixo ia. Significa cheio de vigor, força, buscar pela exercitação a harmonia do corpo.

Existem fortes evidencias que a CALISTENIA é oriunda do século XVIII, e pode ser localizada e reconhecida como uma forma de encarar os exercicios físicos, sistematiza-los e exercita-los de forma a atingir todos os segmentos corporais - cabeça, tronco, mebros - implicando em exercitações lineares, anguladas, com ou sem acompanhamento ritmico. Além das formas analiticas a caletenia apresentou-se em series de exercitações , ou grupos de exercitações . É um sistema que sofre forte influencia das contribuições da área médica. Destaca-se ai o Médico Dio Lewis que propôs um sistema de ginástica para melhorar a condição física dos americanos. Evidente também no século XIX no denominado Movimento do Centro (com a forte contribuição de Ling) e com contribuições também do Movimento do Norte(destacando-se as contribuições de Bukh e Thulin).

Era um sistema de exercitação que valorizava as técnicas de construção e exercitação das atividades, ritmadas, que abrangiam todas as partes do corpo humano e, cujas exercitações eram bem lineares. Era obedecida a curva do esforço fisiologico e os exercicios eram progressivos - Grupo I dos braços e pernas, para, Grupo II a região postero-superior, tronco, Grupo III região posterior-inferior do tronco, Grupo IV região lateral do tronoco, Grupo V equilibrio, Grupo VI Região abdominal, Grupo VII Exercicios de sufocação como saltitos, trote curto, passos de dança, Grupo VIII Ombro e espadua (Relaxaento). As sessões iniciam e culminam com MARCHA. A presença definida da calestenia como a conhecemos atualmente pode ser identificada nos ESTADOS UNIDOS. As escolas eram fundadas , como por exemplo, em 1828 o HARTFORD FEMALE SEMINARY em CONNECTTICUT com uma forte infuencia da concepção de seus fundadores. Nesta escola sua fundadora Miss Catherine E. Beecher assegurou que a "Calestenia" fosse considerada uma "matéria de ensino". Em seu livro "Psicologia e Calestenia" ela defende estas materiais na escola. Quem foi responsável principalmente pela introdução da calistenia na America Latina foram as Associações Cristãs de Moços e os Colégios Americanos. Ela sempre esteve associada a uma concepção de homem saudável, forte psicologica, mental, intelectual e moralmente. Eram exercitações que incidiam fortemente no sistema respiratório vez que eram progressões que exigiam muito do sistema cardio-vascular-respiratório.


Este sistema utilizado nas escolas brasileiras, nos ultimos anos, causava muita desmotivação principalemnte nas crianças e jovens que não gostavam de "DAR 10 VOLTAS NA QUADRA". É da incompreensão do sistema calistenico que vem muita orientação pedagogica equivocada nas aulas de educação física que desmotivam as pessoas. FALTA DE RIGOROSIDADE NOS ESTUDOS.

Dados sobre a calistenia podem ser localizados nos livros de LANGLADE & LANGLADE. Teoria geral da Ginastica. Buenos Aires.Stadium, ou na obra de Inezil Penna Marinho. Outra fonte são os anais dos Congressos Panamericanos . O primeiro foi no Rio de Janeiro em 1943.
esta forma de exercitação também tem nexos com a organização do trabalho no final do século XIX e inicio do século XX a saber o modelo Taylorista de organização da produção que exigia trabalhadores enquadrados neste modelo e neste sentido a ginástica calistenica trouxe muita contribuição com sua perspectiva de exercitação de partes.



Agora respondam:

Clique aqui para responder o questionário
 

1. O que é a CALISTENIA?
2. O que valorizava o sistema da exercitação Calistênica?
4. Como iniciava e culminava (terminava) as sessões de Calistenia?
5. A exercitação da Calistenia incidiam fortemente em que sistema do corpo humano? Porquê?
6. A Calistenia causou o que nos últimos anos nas escolas brasileiras?
7. O que significa a palavra CALISTENIA?

sábado, 15 de maio de 2010

Atividade Física e Exercício Físico

"ATIVIDADE FÍSICA É UM DIREITO DE TODOS E UMA NECESSIDADE BÁSICA" (UNESCO).

O ser humano, na sua preocupação com o corpo, tem de estar alerta para o fato de que saúde e longevidade devem vir acompanhadas de qualidade de vida, tanto no presente como no futuro. A atividade física é uma aliada imprescindível para alcançar uma boa forma física e sua prática deve ser desenvolvida de uma forma prazerosa e contínua ao longo de toda a vida.
A preocupação de promover e manter a saúde deve ser ressaltada para a população mundial, que, cada vez mais, necessita, em sua rotina diária, da prática de exercícios físicos regulares para combater os efeitos nocivos da vida sedentária.

Mas, o que é ATIVIDADE FÍSICA?
É todo o movimento corporal voluntário humano, que resulte, num gasto energético acima dos níveis de repouso.
Vale tudo: andar, dançar, correr, pedalar, passear com o cachorro, fazer compras a pé, subir e descer escadas, fazer jardinagem, enfim, levar uma vida mais ativa.
No âmbito da Intervenção do Profissional de Educação Física, compreende a totalidade de movimentos corporais, executados através de Exercícios Físicos no contexto de diversas práticas, como: Ginástica, Lutas, Capoeira, Artes Marciais, Ioga e etc.


E o que é EXERCÍCIO FÍSICO?
• Seqüência sistematizada de movimentos de diferentes segmentos corporais, executados de forma planejada, segundo um determinado objetivo a atingir inclusive para o Esporte.
• Uma das formas de atividade física planejada, estruturada, repetitiva, que objetiva o desenvolvimento da aptidão física, do condicionamento físico, de habilidades motoras ou reabilitação orgânico-funcional, definida de acordo com
diagnóstico de necessidades ou carências específicas de seus praticantes, em contextos sociais diferenciados.
Não são necessários níveis altos de prática física, horas intermináveis de exercícios ou dor e sofrimento. Para aproveitar as vantagens da atividade física, é suficiente aumentar o grau de integração da vida diária à atividade física, combatendo o sedentarismo e seus riscos para a vida humana.

História da Educação Física

A História da Educação Física relaciona-se com todas as ciências que estudam o passado e o presente das atividades humanas e a sua evolução. O homem, condicionado à situações de ser pensante, desempenhou, em todas as etapas da vida, um papel importante na história da educação física, a qual se propõe a investigar a origem e o desenvolvimento progressivo de suas atividades físicas, através do tempo: sua importância, as causas de seu apogeu e da sua decadência.

A educação física evolui à medida que se processa a evolução cultural dos povos. Assim, a sua orientação no tempo e no espaço está em sintonia com os sistemas políticos, sociais, econômicos e científicos vigentes nas sociedades humanas.

Na Pré-História havia a preocupação do desenvolvimento da força bruta, sob o ponto de vista utilitário-guerreiro, sem ideia definida do ponto de vista moral.





Na Antiguidade, os gregos, entretanto, mais evoluídos, visavam ao desenvolvimento físico e moral do homem. Nesse período, a educação física visava o aspecto somático, harmonia de formas, musculatura saliente, sem exagero, de onde surgiram os atletas de porte esbelto. É a fase anatômica da educação física. Já entre os romanos, que herdaram com a conquista da Grécia as atividades físicas dos gregos, em plena decadência, orientavam a educação física, objetivando o desenvolvimento das massas musculares. Pouco se dedicavam à cultura inteletual e muito menos a da moral.Os romanos eram povos guerreiros e assim desenvolveram principalmente a arte militar, como a corrida de bigas e o duelo de gladiadores.


Na Idade Média, presenciamos a queda do império romano, que foi muito negativa para a Educação Física, principalmente com a ascensão do cristianismo que perdurou por toda a Idade Média. O culto ao corpo era um verdadeiro pecado. Esse período da história ficou sendo chamado por alguns autores, de "Idade das Trevas".

Como o homem sempre teve interesse no seu próprio corpo, o período da Renascença fez explodir novamente a cultura física, as artes, a música, a ciência e a literatura. A beleza do corpo, antes pecaminosa, é novamente explorada surgindo grandes artistas como Leonardo da Vinci (1452-1519), responsável pela criação utilizada até hoje das regras proporcionais do corpo humano.


Consta desse período o estudo da anatomia e a escultura de estátuas famosas como por exemplo a de Davi, esculpida por Michelangelo Buonarroti (1475 - 1564. Considerada tão perfeita que os músculos parecem ter movimentos. A volta de Educação Física escolar se deve também nesse período a Vitorio de Feltre (1378-1466) que em 1423 fundou a escola "La Casa Giocosa" onde o conteúdo programático incluía os exercícios físicos.

O Iluminismo, movimento contra o abuso do poder no campo social, surgido na Inglaterra no século XVII, deu origem a novas idéias. Como destaque dessa época os alfarrábios apontam: Jean-Jaques Rousseau (1712-1778) e Johann Pestalozzi (1746-1827). Rousseau propôs a Educação Física como necessária à educação infantil. Segundo ele, pensar dependia extrair energia do corpo em movimento. Pestalozzi foi precursor da escola primária popular e sua atenção estava focada na execução correta dos exercícios.

A influência na nossa ginástica localizada começa a se desenvolver na Idade Contemporânea e quatro grandes escolas foram as responsáveis por isso: a alemã, a nórdica, a francesa, e a inglesa.

A alemã, influenciada por Rousseau e Pestalozzi, teve como destaque Johann Cristoph Friederick Guts Muths (1759-1839) considerado pai da ginástica pedagógica moderna. A derrota dos alemães para Napoleão deu origem a outra ginástica. A turnkunst, criada por Friederick Ludwig Jahn (1788-1825) cujo fundamento era a força. "Vive Quem é Forte", era seu lema e nada tinha a ver com a escola. Foi ele quem inventou a barra fixa, as barras paralelas e o cavalo, dando origem à Ginástica Olímpica.

A escola nórdica escreve a sua história através de Nachtegall (1777-1847) que fundou seu próprio instituto de ginástica (1799) e o Instituto Civil de Ginástica para formação de Professores de educação física (1808).

Por mais que um profissional de Educação Física seja desligado da história, pelo menos algum dia já ouviu falar em ginástica sueca, um grande trampolim para o que se conhece hoje. Per Henrik Ling (1766-1839) foi o responsável por isso levando para a Suécia as idéias de Guts Muths após contato com o instituto de Nachtegall. Ling dividiu sua ginástica em quatro partes: a pedagógica - voltada para a saúde evitando vícios posturais e doenças, a militar - incluindo o tiro e a esgrima, a médica - baseada na pedagógica evitando também as doenças e a estética - preocupada com a graça do corpo.

A nossa Educação Física, a brasileira, teve grande influência na Ginástica Calistenia criada em 1829 na França por Phoktion Heinrich Clias (1782-1854.
No Brasil dos anos 60 começou a ser implantada nas poucas academias, pelos professores da A. C. M. ganhando cada vez mais adeptos nos anos 70 sempre com inovações fundamentadas na ciência. Sendo assim o Dr. Willian Skarstrotron, americano de origem sueca, dividiu a Calistenia em 8 grupos diferentes do original: braços e pernas, região póstero superior do tronco, póstero inferior do tronco, laterais do tronco, equilíbrio, abdômen, ombros e escápulas, os saltitos e as corridas.
Nos anos 80 a ginástica aeróbica invadiu as academias do Rio de Janeiro e São Paulo abafando um pouco a calistenia. Como na Educação Física sempre há evolução também em função dos erros e acertos. Surge então, ainda no final dos anos 80 a ginástica localizada desenvolvida com fundamentos teóricos dos métodos da musculação e o que ficou de bom da Calistenia. A ginástica aeróbica de alto impacto causou muitos micro traumatismos por causa dos saltitos em ritmos musicais quase alucinantes. A musculação surgiu com uma roupagem nova ainda nos anos 70 para apagar o preconceito que algumas pessoas tinham com relação ao Halterofilismo.
Hoje, sob pretexto da criatividade, a ginástica localizada passa por uma fase ruim com alguns professores ministrando aleatoriamente, aulas sem fundamentos específicos com repetições exageradas, fato que a ciência já reprovou, principalmente se o público alvo for o cidadão comum.

Atividade

1. Podemos dizer que a Educação Física teve seu início em que período da História da Humanidade?
2. Qual era o Objetivo dos Gregos quando praticavam atividade física?
3. O povo romano desenvolveu que tipo de atividade física?
4. Qual a civilização podemos dizer que marcou e desenvolveu a Educação Física?
5. Complete a frase.
Os ___________________ organizavam brutais e sangrentos jogos de combate de gladiadores, que provocavam o maior entusiasmo nas platéias presentes.
6.Porque na Idade Média houve um quase abandono da Educação Física?
7. Após ter sido quase abandonada na Idade Média, em que período da história a Educação Física reaparece?
8. Sabemos da existência de quatro grandes escolas de ginástica que influenciaram a Educação Física. Qual escola teve grande influência aqui no Brasil?
9. Que tipo de ginástica invadiu o Brasil nos anos 80?
10. A musculação surgiu ainda na década de 70 com uma nova roupagem. Qual o objetivo que ela tinha?

Melhorando a comunicação

Resolvi escrever um blog com um intenção de mehorar a comunicação entre eu e meus alunos.
Aqui eles poderão encontrar materais complementares aos conteúdos estudados em sala de aula com: textos e outros recursos. Sempre procurando a excelencia do saber.